Equipe de ex-jogador australiano chega à Extreme E em 2023

Novidade no grid da Extreme E em 2023. A categoria off-road disputada com os buggies elétricos Odyssey 21 ganha uma 11ª equipe, comandada por um personagem de outro esporte. À frente do XE Sports Group, ao lado do diretor Luke Todd, está o australiano Tim Cahill, considerado um dos maiores jogador de futebol da história em seu país. Ele se aposentou dos gramados em 2019 após defender, entre outros, Everton (Inglaterra) e New York Red Bulls (EUA).

O time ainda traz, de forma indireta, mais uma montadora para a categoria. Por trás do XE Sports Group está a representante para a Oceania da BYD, fabricante chinesa de veículos elétricos (também presente no Brasil). A ideia é criar, ao lado da competição, uma fundação para desenvolver ações de combate à pobreza e incentivo ao uso da energia solar na região Ásia-Pacífico.

“Estou muito animado em fazer parte do projeto. A combinação entre uma competição emocionante e o esforço por um impacto positivo no planeta faz da Extreme E algo único. Espero trazer muitos fãs do futebol para a categoria”, disse Cahill.

A expectativa é de que a nova equipe conte com pilotos de Austrália e Nova Zelândia, ambos já representadas na Extreme E, com Molly Taylor e Emma Gilmour, respectivamente.

Siga o Racemotor nas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter

Comentário

Este site utiliza cookies para aprimorar sua experiência. Clique em Aceitar se concordar. Aceitar Leia mais