Verstappen sobra na pista molhada em Montreal. Alonso surpreende

Segunda pole do ano para Max Verstappen e a Red Bull #1. E na condição em que o talento do holandês aparece com mais clareza: a pista molhada. Numa qualificação iniciada com chuva no Circuito Gilles Villeneuve, ele foi o mais rápido nas três fases e sobrou no Q3. A volta em 1min21s299 foi 0s645 mais rápida que a do segundo colocado. Um inesperado Fernando Alonso (Alpine), outro que costuma se destacar nesse tipo de situação.

O espanhol deixou para trás o compatriota Carlos Sainz, aposta da Ferrari para brigar pela vitória no GP do Canadá, nona etapa da temporada. Charles Leclerc, que já perderia 10 posições no grid pela substituição da central eletrônica, teve todo o motor trocado pelo time de Maranello e vai para o fim do grid. Entrou na pista no Q1 apenas para superar Yuki Tsunoda (AlphaTauri), que cumprirá punição semelhante.

No muro

Desta vez, Sergio Perez não foi a sombra do companheiro e atual campeão mundial. No Q2, com pneus intermediários e o asfalto ainda bastante molhado, o mexicano foi parar no soft wall da Curva 3, o que danificou a dianteira de seu carro e provocou a interrupção com bandeira vermelha. Largará apenas em 13º. Um problema no motor Mercedes de sua McLaren impediu que Lando Norris registrasse uma volta rápida na segunda parte.

Lewis Hamilton conseguiu superar o companheiro George Russell e vai fechar a segunda fila. O ex-piloto da Williams apostou, sem sucesso, nos slicks. Oitavo, ficou atrás ainda das duas Haas – Kevin Magnussen quinto, à frente de Mick Schumacher –; e da outra Alpine, de Esteban Ocon. Bom treino para o chinês Guanyu Zhou, que colocou a Alfa Romeo na décima posição.

A chuva que marcou todo o sábado em Montreal não deve se repetir no domingo de GP – a previsão é de dia ensolarado e claro.

Siga o Racemotor nas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter

Comentário

Este site utiliza cookies para aprimorar sua experiência. Clique em Aceitar se concordar. Aceitar Leia mais