Quartararo sobra de novo no GP da Alemanha

Mais um passeio de Fabio Quartararo (Monster Energy Yamaha) no Mundial de MotoGP 2022. Assim como fez em Barcelona, o atual campeão não foi ameaçado nas 30 voltas do GP da Alemanha, décima etapa da temporada. Segundo no grid, o francês saltou na frente e, já na terceira volta, ficou livre da principal ameaça: o pole Pecco Bagnaia (Ducati Lenovo), que caiu na Curva 1 quando tentava se aproximar.

No tradicional calor da primavera alemã em Sachsenring, ‘El Diablo’ justificou a aposta arriscada no pneu médio na roda traseira – praticamente todo o pelotão largou com o duro. Mesmo com menor aderência no fim, tinha vantagem suficiente para impedir a aproximação de Johann Zarco (Prima Pramac Ducati), que voltou ao pódio e garantiu a dobradinha francesa.

Depois de um começo positivo das Aprilia – Aleix Espargaro passou boa parte da corrida em terceiro, seguido por Maverick Viñales –; a marca italiana ficou fora dos três primeiros. Mesmo obrigado a cumprir uma punição com volta longa, Jack Miller (Ducati Lenovo) se aproveitou de um erro de Aleix para tomar a terceira posição a três voltas da bandeirada. Viñales abandonou, com um problema na suspensão traseira de sua RS-GP22.

Boa prova de Luca Marini (Mooney VR46 Ducati), quinto. Além de Bagnaia, quedas e problemas mecânicos tiraram outras seis motos da prova. Com a terceira vitória do ano, Quartararo chegou aos 172 pontos, 34 a mais que Aleix Espargaro. Zarco agora é o terceiro, com 100 pontos.

Diogo Moreira

Na Moto3, ainda se ressentindo da fratura no punho esquerdo sofrida em Mugello, Diogo Moreira (MT Helmets MSI KTM) completou a prova em 16º, após largar em 19º. Vitória do espanhol Izan Guevara (Gas Gas Aspar Team).

GP da Alemanha

Mundial de MotoGP: 10ª etapa (Sachsenring)

Siga o Racemotor nas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter

Comentário

Este site utiliza cookies para aprimorar sua experiência. Clique em Aceitar se concordar. Aceitar Leia mais