Felix da Costa leva o segundo E-Prix de Nova York. Brasileiros sem pontos

Primeira vitória no ano para Antônio Felix da Costa e a equipe DS Techeetah no Mundial FIA ABB da Fórmula E. No segundo E-Prix de Nova York, o piloto português aproveitou bem a pole herdada com a desclassificação de Nick Cassidy (Envision Racing), que foi ao alto do pódio no sábado – a troca de baterias na remontagem do carro após a batida forte provocada com a chegada da chuva provocou a punição.

Os brasileiros ficaram fora da zona de pontuação – Lucas di Grassi (Rokit Venturi) abandonou a três voltas do fim após acidente com Jean-Eric Vergne (DS Techeetah) que travou a pista e engarrafou o pelotão intermediário. Ele havia largado em 19} ao perder as duas melhores voltas da classificação por desrespeito ao tempo mínimo de parada no pit.

Já Sérgio Sette Câmara (Dragon Penske Autosport) fez bonito com o pior equipamento do grid na única oportunidade possível: a qualificação. Foi o melhor do Grupo A, avançou aos duelos eliminatórios e, como mais rápido entre os derrotados (batido por Andre Lotterer), largaria em quinto. Ganhou uma posição com a perda da P.1 por Cassidy.

O piloto de Belo Horizonte se manteve em quinto até o acionamento único do Attack Mode (oito minutos), com tempos competitivos. Logo se repetiu o cenário da temporada: obrigado a tirar o pé para ter carga até a bandeirada, caiu para o 18º lugar.

Da Costa conseguiu se manter livre da pressão inicial de Alexander Sims (Mahindra) e, mais tarde, de Stoffel Vandoorne (Mercedes EQ). Nas posições seguintes, uma briga acidentada entre Nyck de Vries (Mercedes EQ); Mitch Evans (Jaguar TCS), Sam Bird (Jaguar TCS) e Robin Frinjs (Envision Racing). O holandês, atual campeão, primeiro tocou em Evans, desequilibrando o neozelandês. Em seguida, raspou duas as muretas do traçado no Terminal de Cruzeiros do Brooklyn.

Reviravolta

O pódio de Vandoorne deu ao belga a chance de retomar a liderança do campeonato, com 155 pontos. Onze a mais que Edoardo Mortara (Rokit Venturi), penúltimo no grid e décimo na bandeirada. Evans tem 139 e Vergne 128. Di Grassi aparece em sétimo, com 84. Restam ainda as rodadas duplas de Londres e Seoul.

Siga o Racemotor nas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter

Comentário

Este site utiliza cookies para aprimorar sua experiência. Clique em Aceitar se concordar. Aceitar Leia mais