Rally da Finlândia começa com Neuville na frente

Começou nesta quinta-feira uma das mais espetaculares e desafiadoras provas do Mundial de Rally (WRC), o Rally da Finlândia. Até domingo, pilotos e navegadores encaram as velozes estradas de terra em volta de Jyväskylä – em vários trechos os carros superam os 200km/h –; que normalmente não perdoam erros. As principais atenções estão voltadas para a dupla da casa cada vez mais próxima do título que marcará o fim de um jejum de 20 anos.

Kalle Rovanpera e Jonne Halttunen (Toyota GR Yaris Hybrid / Gazoo Racing) chegam ao rally de casa com vantagem de 83 pontos sobre os mais próximos rivais – Thierry Neuville e Martijn Wydaeghe (Hyundai i20 N Hybrid / HWRT). Primeiros a largar nas especiais da sexta e do sábado, os finlandeses vão ‘limpar’ o terreno para quem vem em seguida. O que pode limitar um pouco seu desempenho numa prova em que os tempos normalmente se separam por décimos de segundo.

Neuville foi o mais rápido na superespecial Harju (3,5km), 1s2 à frente do companheiro de equipe Ott Tanak, duas vezes vencedor do rally finlandês. Rovanpera ficou em quarto, a 2s7. A Ford alinha no fim de semana um quinto Puma Hybrid para Jari Huttunen, também piloto da casa.

O Brasil volta a estar representado, assim como no Rally Safari do Quênia. O navegador Gabriel Morales compete no WRC2 (carros Rally2), ao lado do indiano Gaurav Gill no Skoda Fabia normalmente comandado por Paulo Nobre, o Palmeirinha.

Nesta sexta as duplas encaram nove especiais, nos estágios Laukka, Lankaama, Harju, Assamaki e Sahloinen-Moksi. Ao todo são 22 estágios e 322,6 km cronometrados.

Siga o Racemotor nas redes sociais:

Instagram

Facebook

Twitter

Comentário

Este site utiliza cookies para aprimorar sua experiência. Clique em Aceitar se concordar. Aceitar Leia mais