De presente, Verstappen conquista no GP do Canadá vitória 60 na F-1

Max Verstappen (Red Bull Honda) chegou a Montreal com um carro que, ao menos nas últimas provas do Mundial de Fórmula 1, não foi tão superior aos da concorrência. Tanto assim que, apesar de ter feito exatamente o mesmo tempo que George Russell (Mercedes) na qualificação, mais uma vez não largou da pole no GP do Canadá, nona etapa da temporada. Após as 70 voltas pelo Circuito Gilles Villeneuve, no entanto, o tricampeão mundial festejou sua vitória de número 60 na categoria, contando com a ajuda da estratégia das rivais.

A esperada chuva marcou presença na fase inicial do GP canadense e levou os pilotos a largarem com pneus intermediários. Exceção feita à dupla da Haas – Nico Hulkenberg e Kevin Magnussen partiram com os full wet e avançaram no pelotão enquanto o asfalto ainda estava bastante úmido.

O pole Russell se manteve à frente, enquanto Lando Norris (McLaren) deixava Verstappen para trás. Com a pista secando, o momento de troca dos pneus pelos slicks se tornou a grande dúvida. Especialmente com a possibilidade de volta da chuva.

Safety car

Norris tomou a liderança de Russell, que perdeu também o segundo lugar para o holandês da Red Bull antes que uma escapada de Logan Sargeant (Williams) exigisse a entrada do safety car. Russell e Verstappen fizeram a troca na primeira oportunidade, mas a McLaren preferiu chamar Oscar Piastri. Norris entrou em seguida, mas voltou em terceiro.

Um segundo pitstop foi necessário e, mais uma vez, Verstappen e Russell entraram na mesma volta (46). Norris parou na seguinte, e não conseguiu se defender do tricampeão, que voltou à ponta.

O carro de segurança novamente trabalhou quando Sergio Perez perdeu o controle de sua Red Bull e acertou o muro, deixando parte da asa traseira no caminho. O mexicano, apenas 16º no grid, tocou em Pierre Gasly (Alpine) na primeira volta e não conseguia avançar.

Pouco após a relargada, Carlos Sainz (Ferrari) acertou Alex Albon (Williams), o que provocou o abandono dos dois e mais uma entrada do safety car, na 55ª volta. A Mercedes aproveitou para fazer nova troca nos carros de Russell e Hamilton. Os dois retornaram atrás de Oscar Piastri (McLaren), deixaram o australiano para trás e chegaram a trocar de posição. Russell levou a melhor para cruzar em terceiro, atrás também de Norris.

Hamilton foi mesmo o quarto, seguido pela dupla da Aston Martin, com Fernando Alonso em quinto e Lance Stroll em sexto. Daniel Ricciardo (Visa Cash App RB), Gasly e Esteban Ocon (Alpine) fecharam a zona de pontuação. Vencedor em Mônaco, Charles Leclerc deixou a corrida, com problemas em sua unidade de potência.

Siga o Racemotor no:

Threads

Instagram

Facebook

Twitter

Você também pode gostar
Deixe seu comentário

Este site utiliza cookies para aprimorar sua experiência. Clique em Aceitar se concordar. AceitarLeia mais