Bridgestone volta ao automobilismo na Gen4 da Fórmula E. Hankook equipará o WRC

Última reunião do ano do Conselho Mundial da FIA, em Baku (Azerbaijão) e novidades envolvendo as categorias internacionais supervisionadas pela entidade máxima do automobilismo. Na Fórmula 1, a principal delas é a previsão, no regulamento técnico, de um dispositivo para aumentar a ventilação e reduzir a temperatura no cockpit em corridas sob forte calor – o GP do Qatar deste ano foi o melhor exemplo.

O Conselho Mundial confirmou ainda a Hankook como substituta da Pirelli no Mundial de Rally (WRC) pelo período 2025 / 2028. A fabricante sul-coreana já fornece seus pneus para competições regionais e nacionais. Também a partir de 2025, será adotado um limite de três unidades híbridas para a temporada (atualmente são nove). O vice da FIA para o Esporte, Robert Reid (ex-navegador de Richard Burns no Mundial), revelou ainda que o WRC Promoter e a Federação estudam mudanças na pontuação para aumentar a disputa.

E se a Hankook chega ao WRC, vai deixar o Mundial ABB FIA da Fórmula E a partir de 2026, quando estrearão os carros Gen4. Os fornecedores únicos para a próxima geração dos monopostos elétricos também foram anunciados e um deles será a Bridgestone, que volta a participar de um Mundial FIA após a experiência na Fórmula 1.

A Spark, ligada a Cedric Vasseur e à Dallara, continuará como fabricante dos chassis, enquanto a Marelli se responsabilizará pelo trem de força dianteiro. As baterias serão da Podium AT.

Siga o Racemotor no:

Threads

Instagram

Facebook

Twitter

ABB FIA Formula EArticleBridgestone Gen 4Conselho Mundial FIAHankookHankook WRCNewsArticleWMSCWRC pneus
Comentários (0)
Adicionar comentários