Delegação brasileira no Dakar 2024 será a maior na fase saudita do rally

Brasil em quantidade e qualidade no Dakar 2024, entre os próximos dias 5 e 19 de janeiro. A A.S.O., organizadora do maior rally do mundo, etapa de abertura do Mundial de Rally Cross-Country (W2RC) divulgou nesta quinta-feira (9) a lista oficial de inscritos e o time verde-amarelo será o maior desde que a prova trocou a América do Sul pela Arábia Saudita. Nada menos que 17 participantes, divididos entre carros, UTVs e quadriciclos.

O nome mais badalado é sem dúvida o de Lucas Moraes, confirmado na equipe oficial Toyota Gazoo Racing como substituto do bicampeão Nasser Al-Attiyah no comando de uma das GR Hilux DKR T1+ de fábrica. O paulista, terceiro no Dakar do ano passado, terá o espanhol Armand Monleon como navegador.

Na principal categoria dos carros (Elite), destaque também para a participação da equipe X Rally, dos irmãos Baumgart, com os Prodrive Hunter T1+ assistidos pela fabricante britânica. Depois de acelerar no Sonora Rally (México); no Sertões e no Rally do Marrocos, Marcos Baumgart / Kléber Cincea e Cristian Baumgart / Beco Andreotti retornam ao Dakar depois de competirem na fase sul-americana.

O maranhense Marcelo Medeiros, vencedor de etapas nos últimos dois anos, será o representante nos quadriciclos, com um Yamaha YFM 700 Raptor.

UTV

O maior contingente de brasileiros no Dakar 2024 está concentrado nos UTVs. Na categoria T3 (protótipos e modelos de maior preparação), o navegador Gustavo Gugelmin mantém a parceria com o norte-americano Austin Jones, em um Can-Am Maverick do Red Bull Off-Road Team USA. Atuais campeões do Sertões nos carros, Marcelo Gastaldi e Cadu Sachs retornam ao Dakar, desta vez com um UTV MCE-5. Gunter Hinkelmann pilotará o mesmo modelo, em dupla com Fabrício Bianchini.

Campeão do Dakar ao lado de Leandro Torres, Lourival Roldan navegará para o paraguaio Oscar Peralta, em um Can-Am Maverick T3.

Depois de vencer uma etapa em 2023, seu ano de estreia, Cristiano Batista retorna na T4 ao lado do português Fausto Mota, no Can-Am Maverick da South Racing / Transmáquinas. A dupla conquistou o bicampeonato da Copa do Mundo FIA de Rally Baja. Jorge Wagenfuhr / Humberto Ribeiro, o Piauí, também alinham na categoria. E Rodrigo Varela, em dupla com Enio Bozzano, carrega o sobrenome da Família da Poeira, em um Can-Am Maverick.

Filhos

A lista de inscritos para o Dakar 2024 traz ainda dois sobrenomes conhecidos, ambos fazendo sua estreia. Gioele Meoni é filho do saudoso Fabrizio Meoni, bicampeão nas motos e falecido em um acidente na edição 2005. Hoje um bem-sucedido empresário de tecnologia, o italiano se preparou para viver a aventura que tornou seu pai lendário.

Já Lukas Lauda comandará um UTV T3. O filho de Niki Lauda é radicado nos Estados Unidos e despertou tarde para as competições, ao contrário do irmão, Mattias. No último Rally do Marrocos, mostrou um bom desempenho.

Siga o Racemotor no:

Threads

Instagram

Facebook

Twitter

Você também pode gostar
Deixe seu comentário

Este site utiliza cookies para aprimorar sua experiência. Clique em Aceitar se concordar. AceitarLeia mais